Buscar
  • Daniel

Teste à Percussão ou Drones no Mapeamento de Fachada?

Atualizado: 19 de Set de 2019

Todas as edificações precisam realizar de tempos em tempos um mapeamento da fachada, afim de constatar não conformidades no sistema, contribuindo assim com a prevenção de acidentes (desprendimentos de revestimento) bem como identificar as intervenções necessárias afim de que as patologias não se tornem críticas com o passar dos anos.


Muitos síndicos e gestores, quando iniciam suas buscas por empresas para realizarem um mapeamento de fachada, deparam-se em como tal processo de investigação será realizado. Com Teste à Percussão ou com Drones? Abaixo as 3 principais diferenças:


IDENTIFICAÇÃO DE SOM "CAVO" OU "OCO"


A inspeção com drones permite a investigação visual das anomalias em fachadas. Apesar de permitir fotos em alta resolução e em alguns casos até com Zoom Ópitco, o teste por contato é impossibilitado. Sendo assim, nos revestimentos de fachada com pastilhas (como a foto baixo) ou texturas grossas por exemplo, o diagnóstico poderá ser prejudicado, pois o som "cavo" ou "oco" não será constatado. Desta forma, cabe ao profissional auxiliar o gestor ou síndico se o revestimento externo da fachada da edificação permite tal processo investigativo.


PERMISSÃO E POSSIBILIDADE DE VOO COM DRONES


Em muitos casos, não é possível realizar a inspeção com drones. Esta impossibilidade estará relacionada com a proximidade de aeroportos (cones de aproximação), bem como a divisa com edificações vizinhas, o que normalmente impossibilita o voo a partir de 10 metros de distância entre edificações vizinhas. A maioria dos drones utilizados nessas inspeções possuem sensores de proximidade contra impactos de 5 metros. Sendo assim, cabe ao profissional realizar este tipo de conferência no local, contribuindo para uma inspeção segura perante a vizinhança.


VELOCIDADE E CUSTO BENEFÍCIO


A inspeção com drones geralmente representa de 20% a 25% do custo do mapeamento da fachada com teste à percussão, além disso, uma vistoria com drones poderá ser executada em 1 dia, durante aproximadamente 4 horas de voo. Este fatores poderão ser determinantes na escolha dos drones frente ao teste à percussão, desde que atendidos os critérios acima. Abaixo imagem de vistoria com drones (em baixa resolução), indicando falhas no encunhamento entre viga e os elementos de vedação



CONCLUSÃO


Em resumo, quando for possível ser realizada a inspeção com drones em fachadas, seja devido ao tipo de revestimento ou na possibilidade de uso desses aparelhos, o uso de drones no mapeamento de fachada é tecnicamente seguro e confiável, auferindo ao profissional todos os recursos necessários afim de que este possa produzir um diagnóstico robusto do estado global do revestimento externo, garantindo o mesmo Laudo técnico que seria produzido com uma vistoria através de um teste á percussão.




180 visualizações

NAS REDES SOCIAIS

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza

EMPRESA REGISTRADA

CRECI: Registro n° 35441-J

CREA: Registro n° 2016426

IBAPE: membro titular n° 1.976

MENU

CONTATO

BAIXAR REFERÊNCIAS

Rua Helena, n° 235, 11° Andar - Sala 111 -  CEP: 04559-050 - VILA OLÍMPIA - SP

São Paulo

Rio de Janeiro

11 4304-2038

21 3256-3304

© 2018 - Detecta Engenharia Ltda. - Todos os direitos Reservados